|

UEPG desenvolve variedade de milho verde superdoce

A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) desenvolve uma variedade de milho verde superdoce adaptada às condições de clima e solo da região dos Campos Gerais. Iniciado em 2007, em área da Fazenda Escola Capão da Onça, o projeto de pesquisa de iniciação científica “Produção de Milho Verde Superdoce” apresenta, agora em 2014, espigas semelhantes ao padrão comercial das espécies de milho convencional.

O objetivo é desenvolver uma cultivar para popularizar essa variedade de milho, que tem menor teor de amido e mais açúcar, sendo a mais consumida nos Estados Unidos e Canadá.

De acordo com o coordenador do projeto, professor José Raulindo Gardingo, a safra deste ano resultou em espigas grandes, com mais 200 gramas e 15 centímetros de comprimento, além de grãos de grande profundidade. “Em condições normais, essas espigas seriam miúdas e com grãos bem ralos”, diz o professor, destacando o melhoramento da semente, objetivo inicial da pesquisa, já foi atingido.

 

Comente!

Spam Protection by WP-SpamFree

Free WordPress Theme